Governo estadual anuncia redução de juros na Fomento Paraná

Fonte: G1
14/02/2020
Crédito

O governo estadual divulgou, nesta quinta-feira (13), a redução de juros na Fomento Paraná para microcrédito.

Microcrédito

A menor taxa de juros que, de acordo com o governo estadual, era de 1,49% ao mês cai para 1,28%.

Esse valor é para os clientes considerados bons pagadores e também empreendedores que façam cursos de capacitação gerencial do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná (Sebrae-PR) ou do Bom Negócio Paraná.

Conforme o governo estadual, o microcrédito é o segmento com maior procura e maior volume de operações na Fomento Paraná.

Nos últimos dez anos, segundo o governo, foram liberados R$ 357 milhões em 34 mil contratos nos últimos dez anos.

O economista e presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), Carlos Magno Bittencourt, comenta que a redução deve permitir melhores condições de investimento aos micro e pequenos empreendedores do estado.

"É um agente incentivador para que o empresário possa ter capital de giro para compra de matéria prima, para investir. O setor precisa de uma linha de crédito com custo baixo, já que não tem acesso a crédito em bancos tradicionais, que praticam altas taxas de juros", disse.

Banco da Mulher

No Banco da Mulher Empreendedora, o índice passa de 0,98% para 0,76%.

Lançado em setembro de 2019, o programa tem atualmente 1,1 mil contratos em vigor – o que representa um crédito de R$ 14,8 milhões já investidos no mercado, de acordo com o governo estadual.

De acordo com o economista, enquanto a média da taxa de juros fornecidas pelo fomento estadual giram, em alguns casos, em torno de 0,76% ao mês, as taxas médias do mercado, praticadas pelos bancos tradicionais, cobra em torno de 2% a 3%.

"É papel do estado ser um direcionador de recurso, de dinheiro, a menores custos, para instigar o pequeno empreendedor", ressalta Magno.

Fatores

De acordo com a Fomento Paraná, a diminuição nos juros foi justificada pela redução da taxa Selic, que foi de 6,50% ao ano para 4,25%. Além disso, conforme o governo paranaense, a expectativa de redução da inflação em 2020, que pode fechar em torno de 3,25%, também foi considerada.

O economista ressalta que, aos empreendedores, é importante atenção e planejamento, ao buscar e utilizar o dinheiro, para que as taxas menores realmente valham a pena.

"É importante que o empreendedor tenha planejamento de como vai busca os recursos. Tem que direcionar o dinheiro para o negócio e se atentar para não misturar as fontes da empresa com as contas pessoais", concluiu.

Notícias em Destaque



Últimas Notícias




Desenvolvido por:

Desenvolvido por: